Boletim Regional: Informativo do Cremesp traz notícias de Araçatuba e região sobre covid-19

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) traz mais uma edição de seu boletim regional, desta vez voltado à Araçatuba e região.

Leia mais

Hospital das Clínicas da USP desenvolve ferramenta para auxiliar médicos no diagnóstico de covid-19 em hospitais da rede pública e privada

No momento em que o novo coronavírus continua avançando pelo país – e diversos estados e municípios enfrentam dificuldades para adquirir ou processar os testes específicos para detectar a doença –, o Hospital das Clínicas da USP (HCFMUSP), com o apoio de 16 parceiros – incluindo o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), desenvolveu o RadVid-19.

Leia mais

Carta aos Médicos do Estado de São Paulo

Diante da necessidade de enfrentamento da epidemia de COVID-19 no Estado de São Paulo, epicentro da pandemia no Brasil e que contabiliza cerca de um quarto das mortes do país, a Câmara Técnica de Geriatria do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo manifesta o seu apoio e respeito aos médicos que atuam na linha de frente dos cuidados aos doentes infectados pelo SARS-COV-2, especialmente em condições de insuficiência ou esgotamento de recursos hospitalares, como leitos de UTI ou ventiladores mecânicos.

Segundo os princípios fundamentais do exercício da medicina, ditados pelo vigente  Código de Ética Médica (CEM), 2019, e fundamentados no princípio bioético da beneficência,  “o alvo de toda a atenção do médico é a saúde do ser humano, em benefício da qual deverá agir com o máximo de zelo e o melhor de sua capacidade profissional” (cap.I, princípio II), e “a medicina será exercida com a utilização dos meios técnicos e científicos disponíveis que visem aos melhores resultados” (cap.I, princípio XXVI). O CEM ainda garante ao médico, no exercício de sua profissão, o direito de “indicar o procedimento adequado ao paciente, observadas as práticas cientificamente reconhecidas e respeitada a legislação vigente” (cap. II, pg II). Porém, em situações de recursos limitados ou esgotados, especificamente na pandemia atual do COVID-19, cabe ao médico tomar decisões complexas relativas à alocação desses recursos, muitas vezes em caráter emergencial, diante da gravidade e piora rápida com que alguns pacientes evoluem pela infecção do vírus SARS-COV-2.  Faz-se então necessária a discussão sobre os valores éticos que orientem a priorização dos recursos, contribuindo para a escolha de critérios de triagem dos pacientes da forma mais justa e equitativa possível.

Os critérios que orientam essa triagem, fundamentados pelo princípio bioético da equidade e justiça social, devem basear-se em fatores prognósticos provenientes da gravidade da doença (COVID-19) e dos dados clínicos do doente (multimorbidade e funcionalidade prévias à infecção COVID-19). Desse modo, os critérios de triagem de forma alguma devem basear-se em dados demográficos, como o critério etário, ou em dados econômicos ou sociais, como a existência ou não de seguro de saúde suplementar. Devem, acima de tudo, priorizar a vida como valor único de todos os seres humanos, promovendo valores éticos de dignidade, igualdade, justiça social e não discriminativa, solidariedade e coletividade.

Acreditamos, portanto, que possamos auxiliar o médico na tomada de decisão de escolha de pacientes com COVID-19 para os recursos limitados (leitos de UTI ou uso de ventiladores mecânicos), sugerindo a escolha de critérios pré-estabelecidos de forma justa e equitativa, minimizando dilemas e conflitos de responsabilidade médica. Já existem alguns documentos institucionais internacionais e nacionais que orientam esses critérios de triagem durante a pandemia de COVID-19.

Como auxílio aos médicos do Estado de São Paulo, em respeito à ética, integridade e responsabilidade no exercício de sua profissão, a Câmara Técnica de Geriatria do CREMESP vem, por meio desta, referendar as recomendações da AMIB (Associação de Medicina Intensiva Brasileira), ABRAMEDE (Associação Brasileira de Medicina de Emergência, SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia) e ANCP (Academia Nacional de Cuidados Paliativos) de alocação de recursos em esgotamento durante a pandemia por COVID-19, publicado em 01/05/2020 e disponível em https://www.amib.org.br/noticia/nid/recomendacoes-da-amib-abramede-sbgg-e-ancp-de-alocacao-de-recursos-em-esgotamento-durante-a-pandemia-por-covid-19/.

Atenciosamente,

 

                               Câmara Técnica de Geriatria do Conselho Regional de Medicina de São Paulo

 

Referências:

– Painel de casos de doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19) no Brasil pelo Ministério da Saúde, atualizado em 02/07/2020, disponível em https://covid.saude.gov.br/. [Acesso em 02/07/2020].

– Código de Ética Médica: Resolução CFM nº 2.217, de 27 de setembro de 2018, modificada pelas Resoluções CFM nº 2.222/2018 e 2.226/2019 / Conselho Federal de Medicina – Brasília: Conselho Federal de Medicina, 2019.

– FORTES, P. A. C. Reflexão bioética sobre a priorização e o racionamento de cuidados de saúde: entre a utilidade social e a equidade. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 24, n. 3, p. 696-701, 2008.

– Recomendações da AMIB (Associação de Medicina Intensiva Brasileira), ABRAMEDE (Associação Brasileira de Medicina de Emergência, SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia) e ANCP (Academia Nacional de Cuidados Paliativos) de alocação de recursos em esgotamento durante a pandemia por COVID-19. Publicado em 01/05/2020. Disponível em https://www.amib.org.br/noticia/nid/recomendacoes-da-amib-abramede-sbgg-e-ancp-de-alocacao-de-recursos-em-esgotamento-durante-a-pandemia-por-covid-19/. [Acesso em 02/07/2020].

Médicos devem ter cautela ao divulgar tratamentos ainda não consagrados em redes sociais e outros meios de comunicação de massa

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo esclarece que, embora ainda não tenha sido descoberto nenhum medicamento ou tratamento cientificamente comprovado para a cura da covid-19, existem estudos em andamento, com medicações já aprovadas para outros usos, que podem ser usadas fora de indicação da bula (off label), a critério do médico. Trata-se da autonomia médica.

Leia mais

Cremesp visita o Hospital de Campanha de Campinas, em nova vistoria

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) tem realizado uma série de fiscalizações pelo estado, desde o início da pandemia de covid-19, com foco no fluxo de atendimento e condições de trabalho nas unidades de saúde. Entre os hospitais de campanha do Estado que o Conselho fiscalizou e já concluiu o relatório de fiscalização, Campinas foi a única cidade do interior, até o momento, cujo hospital de campanha não apresentou irregularidades –na data da vistoria– com estruturas de atendimento, estoque e utilização correta de EPIs, acomodação e protocolos adotados com pacientes, entre outros pontos verificados. Uma única observação foi feita em relação ao espaço destinado ao Conforto Médico, que estava fora do padrão ideal para o descanso dos profissionais, o que foi apontado aos responsáveis pelo Hospital, que se prontificaram a corrigir o problema. O Cremesp deve retornar à unidade de saúde para verificar se o problema foi sanado

Plataforma de conteúdo científico latino-americano disponibiliza acesso gratuito a publicações sobre coronavírus

A plataforma de conteúdo científico InforMed está disponibilizando mais de 70 publicações científicas sobre coronavírus, de autoria de profissionais médicos especializados da América Latina. O acesso gratuito e em português pode ser feito no  https://app.informed.digital/covid-19.
Leia mais

Em nova fiscalização, Cremesp aponta irregularidades no Hospital de Campanha de Guarulhos

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo esteve, no dia 4 de junho, no Hospital de Campanha de Guarulhos, para verificar as condições em que a unidade está operando. A vistoria resultou numa série de irregularidades que coloca em risco pacientes confirmados e suspeitos de covid-19, além de médicos e profissionais da saúde que trabalham no local diariamente para salvar vidas.
Leia mais

Prevenção das Lesões Cutâneas pelo uso de EPIs e Manifestações Dermatológicas na Covid-19

Imagens de médicos com marcas na face causadas pelo uso de máscaras, óculos e outros equipamentos de proteção individual (EPIs) rodaram o mundo como um dos símbolos dos esforços do pessoal da Saúde no atendimento aos pacientes com covid-19. Esse é um dos aspectos importantes da pandemia, e, por isso, a aula Prevenção de Lesões Cutâneas pelo uso de EPI, ministrada em 15 de junho, fez parte do ciclo de palestras online do Cremesp.
Leia mais

Médicos de São Paulo terão acesso à plataforma de Medicina baseada em evidências

O Cremesp está disponibilizando a todos os médicos registrados em SP a plataforma de suporte à decisão clínica baseada em evidências. É da mesma empresa do UpToDate. Entre as funcionalidades estão também calculadoras médicas, imagens, vídeos de procedimentos e muito mais! Acesso pela área do médico e também aplicativos.

5Minute Consult

Mais informações, clique aqui

Cremesp encontra mais irregularidades no hospital de campanha do Anhembi

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) concluiu, nesta segunda-feira (22), o relatório de fiscalização do Hospital Municipal de Campanha do Anhembi. A segunda etapa da fiscalização envolvendo o hospital foi feita em área administrada pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM).

Leia mais